Clínica

Dermatite seborreica

A dermatite seborreica é uma inflamação na pele que causa principalmente descamação e vermelhidão em algumas áreas da face com maior quantidade de glândulas sebáceas, como sobrancelhas e cantos do nariz, couro cabeludo e orelhas. É uma doença crônica, de causa desconhecida, mas que pode ter origem genética ou ser desencadeada por agentes externos, como alergias, situações de fadiga ou estresse emocional, baixa temperatura, álcool, medicamentos e excesso de oleosidade. Apesar de não ter cura, a dermatite seborreica pode ser controlada com o uso de medicações tópicas com corticoide e antifúngicos.

Acne

Acne é uma condição da pele que ocorre quando os folículos pilosos são obstruídos por sebo e células mortas, ficando colonizados por bactérias que geram inflamação. Esse processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos atinge principalmente o rosto, peito, ombro, costas e os braços. Apesar de não ser uma doença grave, costuma causar muito incômodo, além de poder resultar em cicatrizes. O surgimento da acne está diretamente relacionado à ação dos hormônios masculinos, encontrado em ambos os sexos, o que justifica a maior incidência em adolescentes. No entanto, a doença não é exclusiva dessa faixa etária, e pode atingir jovens e adultos com mais de 40 anos.
Para amenizar o quadro, é importante manter a pele limpa e consultar o mais rápido possível o dermatologista, para que a acne não se agrave e gere uma cicatriz. O tratamento adequado vai depender do tipo de acne, que pode ser vulgar, da mulher adulta, medicamentosa e cosmética. De acordo com o diagnóstico, o médico pode prescrever medicações tópicas ou orais. Alguns procedimentos, como peelings químicos e uso de LEDs também podem ser utilizados, sempre com acompanhamento médico.

Rosácea

A rosácea é uma doença inflamatória crônica que afeta principalmente os adultos após os 30 anos de idade, sendo mais frequente nas mulheres. Apesar de a causa ser desconhecida, já se sabe que predisposição pessoal e alterações gastrointestinais podem ter participação no desencadeamento da doença. Para diminuir as crises, é importante identificar quais são os gatilhos da rosácea e evitá-los. Entre eles, estão certos alimentos, como café, bebidas alcoólicas, picles, pimenta e molhos quentes; frio e calor intensos; assim como a exposição solar.
Geralmente, os pacientes com rosácea apresentam pele sensível, devendo utilizar produtos específicos para o seu tipo de pele, sem álcool e sem fragrância, além de manter a hidratação. O tratamento pode ser realizado com medicações tópicas e a associação de procedimentos com lasers vasculares, luz intensa pulsada e LED.

Cicatrizes

Uma cicatriz pode ser resultado de uma série de fatores, como a reparação da pele machucada por conta de corte, incisão cirúrgica, queimaduras e, até mesmo, acne, catapora ou furúnculos. Ela é uma parte natural do processo de reparação. Na fase inicial, a cicatriz costuma ser vermelha e espessa. Essas lesões podem se apresentar escurecidas, mais claras que a cor da pele, elevadas ou deprimidas, havendo a necessidade da associação de tratamentos para uma melhoria do seu aspecto. Muitas feridas cicatrizam ativamente em cerca de 3 meses, mas podem demorar mais tempo. O modo que a cicatriz se forma é afetado por idade, tendência genética e localização do corpo, entre outros fatores.
É importante a avaliação médica para a indicação do tratamento ideal, que pode incluir a utilização de laser e corticoides.

Melasma

O melasma é uma condição relativamente comum, que atinge principalmente as mulheres, caracterizada por manchas escuras na pele, principalmente na face, mas que podem surgir também nos braços e colo. Fatores como o uso de anticoncepcionais, a gravidez e, na maioria dos casos, a exposição solar podem desencadear o problema, que não tem cura, mas que pode ser controlado. A predisposição genética e o histórico familiar também influenciam no aparecimento do melasma.
Além de uma rotina de cuidados que inclui a fotoproteção e o uso de medicamentos tópicos, alguns procedimentos em consultório beneficiam os pacientes. Podem ser realizados laser diodo de baixa intensidade (como a ponteira Permea, do equipamento Clear and Brilhiant), microagulhamento, peelings químicos e drug delivery.

Foliculite

A foliculite é uma inflamação do folículo piloso que aparece em forma de bolinhas vermelhas, com ou sem pus, que podem doer, coçar e deixar a região sensível. Geralmente, é motivada por uma infecção bacteriana ou fúngica, mas também pode ser causada por vírus e, até mesmo, por uma inflamação de pelos encravados. Pode aparecer em qualquer região do corpo, mas principalmente no couro cabeludo, nas costas e nádegas. A inflamação pode ser superficial, quando afeta somente a parte superior do folículo, ou profunda, quando atinge áreas mais profundas da pele. Nesse último caso, pode haver formação de furúnculos, que demandam acompanhamento médico, pois há necessidade de antibioticoterapia oral, além de incisão e drenagem.

Dermatite atópica

A dermatite atópica é um processo inflamatório crônico da pele que costuma se agravar no inverno, devido ao clima mais seco e à tendência da pele ressecar. O problema provoca erupções que coçam e formam crostas, principalmente nas dobras dos braços e da parte de trás dos joelhos. As causas da dermatite atópica geralmente são de caráter genético e associadas à asma ou bronquite e rinite alérgica.
Algumas medidas podem ajudar a aliviar os sintomas, como evitar banhos quentes e também o uso de buchas e sabonetes nas áreas afetadas. Para manter a hidratação da pele, é importante usar diariamente cremes hidratantes, tomar um banho rápido (5 a 10 min.), morno para frio, sem bucha, com sabonete neutro, evitar tecidos sintéticos e também o uso de produtos irritantes, como detergentes, cosméticos pefumados, produtos de limpeza de casa e amaciantes. Nas lesões ativas, podem ser usados corticoides tópicos e anti-histamínicos para diminuir a coceira.

Hiperidrose

A hiperidrose é uma condição que provoca suor excessivo, mesmo quando o paciente está em repouso ou em clima frio. Isso ocorre porque as glândulas sudoríparas dessas pessoas são hiperfuncionantes. A hiperidrose pode ocorrer por diferentes causas, como fatores emocionais, hereditários ou doenças. Diferentes regiões do corpo podem ser acometidas: axilas, palma das mãos, rosto, cabeça, sola dos pés e virilha. A doença não tem consequências graves, mas pode trazer constrangimentos. Dependendo da recomendação médica, a hiperidrose pode ser tratada com toxina botulínica.

Estrias

As estrias aparecem quando acontece o rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele, como no caso de ganho de peso excessivo, desenvolvimento na adolescência e gravidez. Na fase inicial, as marcas assumem a cor rosada, e são mais fáceis de serem tratadas. Com o passar do tempo e o fim da inflamação, elas se tornam esbranquiçadas. Alguns procedimentos têm bons resultados no tratamento das marcas, como o laser de CO2, peelings, intradermoterapia e microagulhamento.

Rejuvenescimento

Não é possível evitar o envelhecimento, mas você pode reduzir, e muito, as suas consequências na pele. Em algum momento da vida – em geral por volta dos 30 anos -, começam a aparecer as primeiras rugas e sinais de flacidez. Mas isso não quer dizer que você precisa assistir a tudo passivamente. A tecnologia avançada já chegou aos procedimentos estéticos, e hoje é possível prolongar a aparência da juventude. Para obter um ótimo resultado natural, fazemos uma avaliação em 3 dimensões, que inclui todas as camadas do rosto: estrutura óssea, a musculatura, camada de gordura e a pele. Não adianta tratar uma ruga isolada e não se preocupar com a face como um todo. Um rosto jovem não é apenas um rosto sem rugas. Ele tem volume e contornos bem definidos, pele lisa, luminosa e uniforme. É isso que buscamos para você: juventude natural e beleza harmônica.